quinta-feira, 19 de junho de 2008

DEUS VERSOS ADAM


DEUS VERSUS ADAM

CAP1: SPACEMAN

Adam constrói uma fresta no espaço-sideral do não-existir que o rodeava, salta através regressando a um momento em que a odalisca anil golpeia o guarda com se as pernas fossem hélice num chute digno de Vandame. Abre novamente a fenda convidando a guapa, que embora assustada o seguia. De repente, o Universo parece reviver, galáxias reaparecem, mas, os dois são expelidos sem saberem de quê.

_Meus olhos me enganam, dama, um spaceman é o que avisto, a solidão deve ter-me enlouquecido.

_Hurafa, Kadabu! Allahu aclam. Sarat kamã jarya aknãf, matal min sabil, hadit, asbãh, min kitãb alawrãq, inad sirazad, asbãh aska min amtal, qisas, inqilab alahwal, naz’air, quawl, almqaddima. “Almujallad alwwal min kitãb alcibarwa diwan almubtada wa alhbar, dar alkitab allabunani”. Hilya, muruj addahab, musarimirun, fatímida, musamirun-hadites-gahramana, afsãn, wanduca, muharrifun, alfann alawwal alfhirist mythos-hurafat masnuca, “Almuhalla bi alascvcar”, apud asmar tuharrifuru, “Almawaciz wa alictibar fi dikr alhtal wa alatar”, “ces histoires, on alla jusqu’a les comparer aux histoires d’al-battal, des Mille et une nuits et d’autres senbables”, “Kitab fihi hadit alf layla”. Sendbar ihbariyyun! _Diz a odalisca meio que pasmada.

_Você é Adam e ela Tay. Agradeço por devolver-me a vida, todavia acidentalmente, enquanto voltava no tempo, contudo, devo destruí-lo, pois está quase tão forte quanto eu e por isso corre-se o risco de existir um Universo duplo. Eu sou o Universo, você é parte de mim, mas, não posso mantê-lo em meu corpo, já me destruiu uma vez com seu “Universópolis” maldito, não permitirei que o refaça.

_Então, Cosmi, você expulsou-nos por me temer?
_Sim, sou Dio, nem por isso louco.
_Proponho uma batalha de semideuses, construa o ring, traga cinco lutadores que trarei os meus, o grupo vencedor do campeonato deixará extinto um de nós. Preparado para o backspace?

_Que comece the war! _Tay fora presa numa gaiola.
_Ei! Não combinamos isso!_ De não combinamos isso! _Diz Adam revoltado.
_Esse assunto é pós-campeonato.

CAP2: ICOS

A escalação é a seguinte, do lado de Deus:
Cristo, Sansão, Thor, Osíris e Hércules.
Do outro: Morsa, Iaraci, PLAGE Angel, Curinga e Nuvem.

Cristo lança um raio, Morsa rebate com uma das mãos, atingindo Deus que ,morto, é absorvido por Jesus. Um segundo raio elimina Morsa que transforma-se em gás, sendo absorvido pelo antagonista.

Curinga congela Osíris explodindo-o, no entanto, o deus dos mortos ressuscita-se velozmente trazendo consigo Jaison, Freddy,
Lucien, Carrie, Constantine, Vanhells, Hell Boy, Bambi (de Atsushi kaneko), Nexus (de Mike Baron), Madman (de Mike Allred), Os Impossíveis: Homem-Mola, Fluido, Multiomem;
Os Superamigos (Ou Liga da Justiça), Logum Edé (orixá hermafrodita:
Mulher: Vive nas águas, vestindo-se com uma yabá, saia rósea, coroa metálica dourada arco e flecha. Homem: Vive na mata, usa capacete metálico dourado, capangas, arco e flecha ou gládio.
É filho (a) de: Oxossi e Ogum)

Com a armadura feito pó, Alencar fecha os olhos, concentra-se, congela seus inimigos explodido-os, entretanto, Osíris retorna, segura-lhe o pescoço e o enforca, mesmo sobre choques intensos.

_Quase perdi. _Reconhece o senhor dos mortos.
Thor acerta marretada violenta em PLAGE Angel, que quase desmaia, voa longe, congela o filho de Odim e, com um raio, arrancar-lhe a cabeça. Sai zonzo.

Nuvem constrói um homem elétrico cujo derrota o filho de Zeus com um simples martelo de cem mil voltes.

Iaraci dá uma rasteira no adversário, que levanta e cai com uma armada, depois uma ponteira, chapa rodada, carrossel, benção, tesura... Todavia, apenas um soco deixa-o desacordado, Sansão joga-o fora do ring.

Cristo e Osíris correm para Iaraci, levantam-no e dão as mãos a Sansão. _Viremos um só. _Ordena Cristo. _União! _Nasce o novo guerreiro de nome Icos

CAP3:QUEM FICA COM TAY?

Icos enfrenta PLAGE Angel, Adam assiste, distraído.

Enquanto isso, Nuvem liberta Tay e foge para longe, inicia a arquitetura de seu próprio reinado, Iceland (é, eu sei, esse país já existe!).

_Venci! _Brada Icos, contente.
_De vero, no, falta Nuvem, esse traidor, que fugiu com minha odalisca. Matem-no!
_Antes nos fundaremos. _União. _ Surge Ian.

Ian acha o Universo gelado, encontra Nuvem e Tay aos beijos sobre uma cama imensa.

_Cumprimente meus guardas.

Ian avista uma mulher ao longe. _É sua filha? _Ian faz uma retórica por que não tem o que falar, mas era Isadora.

Homens de gelo e eletricidade lutam capoeira com o visitante que os vence e a assiste Nuvem com suas belas, Tay, Isadora e Kristina Netbouk. A última é fusão de: Kristin Kreuk, Anna Netrebko e Betina Bolt.

_Você não é um lutador, Amadeu, mas um amador, um dia nos enfrentaremos, claro, isso se quiser se libertar, então terá que me derrotar.

_Mais livre que esse instante, está insano, meu caro?

_Obviamente nem se deu conta de que sempre estivemos presos a um deus, ou seja; fixamo-nos a crenças e lugares, não por querer, mas, já nascemos aprisionados, veja! Ou melhor, sinta! _Ian puxa uma corrente enforcando Nuvem e suas amantes depois atinge Isadora com um raio. _Desilusão!

_Que troço é esse? _Indaga Nuvem, enquanto Isadora funde-se a Tay virando Isadory.

CAP4: CLARICE

Nuvem segura a algema de seu pescoço concomitantemente liberando uma descarga elétrica cuja intensidade mata Ian tostado arremessando-o longe, via-se as cinzas espalhando-se lentamente.

Isaura aparece, ela, Tay, Isadora e Kristina Netbouk dão mil beijos no vencedor que trata de quebrar todas as correntes que consegue, grita aos quatro ventos, ecoavam bastante aquelas estruturas glaciais: 
_Estou livre! _Mas de supetão surge uma voz feminina, de cuja era invisível: _Amadeu!

Amadeu avista-se em trajes hospitalares.

_Vejo que se recuperou do coma. Soube de sua luta com Heitor e resolvi visitá-lo.

_Ele está bem? _A mente dele indagava por Isadora, mas, ele não perguntaria isso à ela. _Quero dizer, ele não entrou em coma também?

_Sim, entrou, do mesmo modo que você, contudo, recuperou-se há algumas semanas.

_Tive um sonho longo, sabe? _Contou tudo sobre um escritor chamado Aroldo Filho que o havia inventado, Augusto, seu bisneto, Recomeço, uma história fictícia que falava em aventuras impossíveis e que naquele dado instante eles só estavam ali porque alguém, o escritor mais precisamente, o desejara e cognificara.

_Besteira, meu amigo, tudo alucinação de quem permaneceu em coma por dois anos.
_Você inda namora Edgar?
_Quem?
_E Renato, existe?
_Depende de qual...
_Antônio, Zinon, Alex, Diáfano, Luis, Paulo...
_Calma, você não prefere escrever tudo isso de que “lembra”?
_Mas seu nome é Clarice, acertei?
_Sim, mas o fato nada prova...
_Tão linda quanto me lembrara, há algum violão disponível próximo, se tiver, o traga que comporei uma canção para você, minha ninfa!

Amadeu permanecera louco por muito tempo após sua recuperação do coma, nesse período, porém, compôs como nunca dantes houvera imaginado. Escrevera um livro no manicômio, chamou-o de Herança, no qual existiam contos, como, Recomeço, Diáfano, o amuleto de Dário, etc. e poesias, como, Isadora, Negro Capoeira, Fascínio, dentre outros.

O interessante é que Amadeu é o nome de um de seus personagens principais e seu pseudônimo é Aroldo Filho.

_Amadeu, quero um autógrafo.
_Claro, Clarice. Casa comigo?
_Ofcorse! _Beijo-o incessantemente.
_Devo meu sucesso a você, pois, mesmo não acreditando numa frase do eu dizia, incentivou-me a transpor para as folhas, fiz melhor, transpus para o mundo. Beije-me mais com sua lucidez, hó Clarice!

Casaram-se mais tarde, tiveram filhos. Mas essa história é muito longa.

AROLDO FILHO

Nenhum comentário: