quinta-feira, 19 de junho de 2008

AMADEU

AMADEU

CAP.1: TRIPLO RETORNO

Da praça onde estava, Amadeu avistava a queda incrível de um gigante, Diáfano.

_Dessa vez o mundo será meu brinquedo! _Dizia Sírio, que além de não ter morrido, salvara os exércitos de Diamante e dos Mágicos.

Amadeu parte para cima do grupo maldito, avista o Clube dos Poderosos no chão, entre os quais, Cunhã-Lavrita, Dário, Soares, Cícero, Éctor, Heráctor, Anjo Azul, Augusto, Renato, Robsom, Raimundo, Sebastião, Alex e Marco Antônio.

Clarice corre em direção a Amadeu, bradando: _Fujamos! 
_Clarice é pega, no entanto, Amadeu nada pode fazer.

CAP2: NUVEM

Amadeu despista os adversários na floresta, encontra uma casa, cujos moradores entregam-no um cordão verde, dizendo ser a veia poética, ele põe no pescoço; um cubo transparente, de cor idêntica a do cordão, se forma a seu redor causando o encolhimento de seu corpo, Amadeu é trancafiado numa maleta, que fica invisível, causando-lhe a volta ao tamanho natural, transformando-se em uma armadura vermelha que muda de cor várias vezes e em seguida, torna-o invisível.

Os acolhedores, Negro-Capoeira, Poeta, Arte e Víride, a caçula, que se apaixona pelo visitante, prometem aderir à causa. Mas, enquanto visita e hospede beijam-se, a casa é destruída por Sírio, que segura o agente do Clube dos Poderosos pelo pescoço, lançando-o ás nuvens.

O azar do chefão é que, ao chegar ao Firmamento, o homem leva um choque, massas de ar que se formavam naquele triz transmutam-se para armadura de imensa força, Amadeu autodenomina-se Nuvem, pois ganha capacidades tempestuosas.

_Ninguém escapa da fúria de Nuvem! _Amadeu desce do Céu, dá uma leve descarga nos amigos para despertá-los, após, congela a gangue antagonista por completo e chuta-lhes a cabeça. _Retornem, que os mato outra vez, malditos! _Brada Nuvem, vitorioso.

Nuvem reconstrói a casa, anuncia a todos o noivado com Víride. Um mês depois é o casamento, Amadeu encontra-se em lua-de-mel.

AROLDO FILHO
Pacoti-Ceará