Temer na cadeia Aécio na cadeia

Temer na cadeia Aécio na cadeia
Copiem e colem em seus perfis

terça-feira, 11 de março de 2008

PUMA

Solidão, não tenho tempo para ti
Nesta vastidão universal
Foste atravessar fusto meu caminho
Deplorável essa ânsia sei lá de quê

Paliativo cintilante, nem sinal. Real ou ideal
Sonhos absurdos me fazem pairar
Noutras paisagens utópicas, transcendências
Eu super-herói: amadurecer não é fácil

Arranque em mim tal tristeza afluente
Leve-a pros teus entes d'espuma
Advenho presa-puma preso sem mapa

O labirinto apruma pruma ruma
Rumo
Rumor

AROLDO FILHO

Nenhum comentário: